Chile tem projeções otimistas apesar da crise

By Cristián Peters Quiroga15 February 2021

A pandemia e a instabilidade política derrubaram alguns dos indicadores econômicos do Chile, mas para este ano espera-se uma recuperação de 8,7% no setor de construção.

Segundo a Câmara Chilena da Construção (CChC), o setor deverá trabalhar com menos 70 mil postos de trabalho. O FMI projeta uma queda de 4,5% para o PIB do Chile no ano passado. Assim, as previsões de ambos são de uma lenta recuperação este ano para a construção chilena. O tombo no investimento foi forte: 12,2% a menos em 2020, uma queda que não se via desde há mais de três décadas, de acordo com a CChC.

Já a Corporación de Desarrollo Tecnológico y Bienes de Capital (CBC), projetou uma queda de 10,5% no setor de construção. A incerteza com cenários futuros se revela por US4 117 milhões de investimentos que ainda não se confirmara, e US$ 429 milhões de obras paradas.

A construção no país sente que está ficando atrás na questão do trabalho remoto, dado que o setor tem características essencialmente presenciais. A mineração chilena começou a investir pesado em automação de processos para compensar o problema.

O setor vem buscando formular maneiras de adaptar as soluções adotadas em outros setores, como por exemplo intensificar o uso de monitoramentos remotos, automações de sistemas de construção e montagem, além da flexibilidade laboral em termos de agendamento e organização espacial.

As projeções da CChC para o investimento são de crescimento de 8,7% para a infraestrutura do país este ano, e de 6,9% em construção imobiliária. Se isto se confirmar, seriam 126 mil vagas de trabalho reabertas.

More Articles from Construção Latino Americana
Vendas da Volvo CE crescem no primeiro trimestre
Nos três primeiros meses de 2021, as vendas líquidas da Volvo CE aumentaram 23%
Nova escavadeira Liebherr R 928 G8
Nova adição à família da geração 8
Enel Green Power cancela contrato com Tozzi Latam
Da empresa de energia querem continuar o trabalho mantendo o pessoal atual para dar continuidade às obras.