A construção argentina continua crescendo

By Cristián Peters09 September 2021

Boas notícias na Argentina. De acordo com o último indicador sintético de atividade da construção (ISAC) do Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec), em julho último houve um crescimento de 19,8% em relação ao mesmo mês de 2020. Este seria o nono mês de crescimento consecutivo.

Road infrastructure in Argentina Infraestrutura viária é uma das iniciativas do governo argentino, ligada ao setor de construção.

Dessa forma, o acumulado dos sete meses de 2021 do índice da série original apresenta um acréscimo de 53,3% em relação a igual período de 2020. O índice da série com ajuste sazonal mostra variação positiva de 2,1% em relação ao mês anterior e o índice da série do ciclo tendencial registra variação negativa de 0,6% em relação ao mês anterior.

No que se refere aos insumos do setor, os dados de consumo aparente de julho, ante igual mês do ano passado, apontam altas de 179,1% em asfalto; 135,9% em concreto manufaturado; 48,4% em granito e mosaicos calcários; 32,0% em gesso; 22,1% em ferros e aços redondos para construção; e 20,9% em cimento portland, para citar alguns.

Claro, há que ter em conta que a análise homóloga é influenciada pela baixa base de comparação de julho de 2020, altura em que a construção civil estava a ser fortemente impactada pelas restrições impostas no combate à pandemia.

Perspectivas para o período de agosto de 2021 a outubro de 2021

O Indec também destacou os resultados obtidos na pesquisa qualitativa da construção. Os resultados obtidos pelo estudo mostram expectativas favoráveis ​​quanto ao nível de atividade esperado para o período de agosto de 2021 a outubro de 2021.

53,6% das empresas que realizam principalmente obras privadas preveem que o nível de atividade do setor não se alterará nos próximos três meses, enquanto 32,1% estimam que aumentará e 14,3% que diminuirá.

As empresas que projetam crescimento para os próximos meses atribuem-no fundamentalmente ao reinício das obras públicas (30,6%), aos novos planos de obras públicas (30,5%) e ao crescimento da atividade económica (26,8%), nomeadamente. Enquanto isso, entre as empresas que se dedicam principalmente às obras públicas, 49,3% acreditam que o nível de atividade vai aumentar no período agosto-outubro, enquanto 35,6% acreditam que não vai mudar e 15,1% acham que vai diminuir.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
As 50 maiores construtoras da América Latina - versão 2021
Esta lista apresenta uma queda de 15,2% na receita de 2020 em relação ao CLA50 do ano passado.
Grupo Burger: impulsionando o crescimento
Stacy Burger comenta sobre o crescimento do Grupo Burger e os desafios futuros.
Locar: Solidez e boa gestão
Amilcar Spinetti Filho conversou com a CLA sobre a estabilização do mercado e crescimento futuro.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL