"Princípio de acordo" para o Canal do Panamá

By Fausto Oliveira12 February 2014

Canal de Panamá

Canal de Panamá

O presidente da Autoridade do Canal do Panamá, Jorge Quijano, informou nesta quarta-feira 12 de fevereiro que a ACP chegou a um “princípio de acordo em vários temas” com o consórcio GUPC, o que pode significar a retomada das obras de construção de três novas eclusas na ampliação do canal. A obra está paralisada desde o dia 5 de fevereiro depois que o consórcio havia prometido parar se não recebesse fundos extras.

Quijano foi claro em dizer que “faltam temas para resolver”. Não disse quais nem foi específico em relação aos tempos. O que sim falou foi que espera a participação da seguradora Zurich na solução do conflito e retomada das obras. Ainda assim, Quijano disse que a Zurich “ainda não se manifestou de maneira contundente, sabemos que têm a maior vontade de fazê-lo e esperamos que se dê nos próximos dias”.

“A injeção de US$ 400 milhões é importante para a solução”, disse Quijano. De acordo com ele, sem esse aporte de capital por parte da seguradora Zurich, o cofinanciamento das obras pode ficar comprometido. “Os acordos aos quais chegamos as partes possivelmente cairiam”, assegurou o presidente da ACP.

A ACP solicitou ao consórcio a retomada das obras logo após a paralisação, e não foi atendida. A questão de fundo sempre se manteve: o consórcio insiste em receber pagamentos extras que totalizariam US$ 1,6 bilhão e a ACP se mantém dentro dos valores do contrato, que são de US$ 3,11 bilhões.

Sob que condições se recomeçarão os trabalhos, se é que as partes chegarão a um acordo, ainda é algo completamente desconhecido.

REVISTA
BOLETIM
Entregue diretamente na sua caixa de entrada, o Informativo Semanal da Construção traz a seleção das últimas notícias, lançamentos de produtos, reportagens e muito mais informações sobre o setor de infraestrutura na América Latina e no mundo.
Reportagens
Movimento elétrico
Os tempos modernos trazem consigo inúmeras inovações. No artigo de Luciana Guimarães, a CLA revê algumas novidades sobre a terraplenagem.
Considerações sobre lança articulada
Orçamentos, tarefas específicas, detalhes técnicos são alguns dos aspectos a serem considerados na compra de uma plataforma
Acess M20: Para cima
Alguns podem considerar 2020 uma anomalia que dificilmente se repetirá. Quanto ao accessM20, também pode ser visto como um sinal dos tempos.
CONECTAR-SE COM A EQUIPE
Cristian Peters
Cristián Peters Editor Tel: +56 977987493 E-mail: cristián.peters@khl.com
Wil Holloway Gerente de vendasr Tel: +1 312 9292563 E-mail: wil.holloway@khl.com
CONECTAR-SE COM A MÍDIA SOCIAL