Segundo a Sobratema, as vendas de linha amarela devem aumentar em 40%.

O mercado de equipamentos para a construção no Brasil está se recuperando. Segundo a Sobratema, as vendas de equipamentos de linha amarela devem crescer em 40% ao finalizar 2018, em relação ao ano passado, totalizando cerca de 11.600 unidades comercializadas, em comparação às 8.300 de 2017.

sobratema AND logo

No entanto, as vendas de retroescavadeiras, segundo o estudo, devem aumentar em torno de 51% em 2018, chegando às 3.150 unidades comercializadas. Estima-se que a venda de pás carregadeiras crescerá cerca de 42%, e a de escavadeiras hidráulicas próximo a 30%.

O relatório também aborda às vendas de caminhões utilizados na área da construção em 2018, onde prevê-se aumento de 40% para este ano. Já na categoria de outros equipamentos, que inclui guindastes, compressores, manipuladores telescópicos, tratores e guindastes torre, espera-se um aumento de ao redor de 25% para 2018. As plataformas aéreas por outo lado, são as que devem registrar o maior aumento em vendas, anotando uma cifra que chega a 43%, segundo o estudo.

No total, o mercado de máquinas para a construção deveria crescer 38% neste 2018, em relação ao ano passado, com cerca de 17.800 unidades comercializadas, versus as 12.900 de 2017.

“Este aumento nas vendas de equipamentos foi ocasionado pela melhora geral do mercado, pelo aumento no número de licitações de obras públicas e pela estabilidade de outros segmentos que compram máquinas utilizadas pelo setor da construção”, diz o estudo, que também inclui informação relacionada às vendas de equipamentos de concreto como bombas, usinas de concreto, e betoneiras. Esse setor, deve igualar às vendas do ano passado.