Os investimentos serão de cerca de US$160 milhões.

O plano de restauração da linha férrea Belgrano Cargas, impulsionado pelo Ministério dos Transportes da Argentina, inclui um pacote de obras de melhoramento do acesso aos terminais portuários de Rosário, em Santa Fé. Segundo informou o Ministério dos Transportes, durante 2017 fôram realizados estudos para os projetos executivos do ferroanel da cidade de Santa Fé e o novo acesso aos portos de Timbúes. Como resultado ficou decidida a localização da futura malha ferroviária e dos terrenos necessários para poder começar a construção.

Trenes belgrano cargas

As autoridades do governo calculam que as obras implicarão um investimento de U$160 milhões, os quais incluem mais de 80 quilômetros de vias, as quais serão implantadas em um prazo de 36 meses. As obras do ferroanel da Cidade de Santa Fé incluem a construção de 20 quilômetros de novo traçado, a renovação de 44 quilômetros de vias sobre traçado já existente e uma nova ponte para o rio Salado. Já as obras para o acesso aos portos de Timbúes incluem a construção de 9 quilômetros de via e uma nova ponte para o Rio Carcarañá. As novas vias confluirão na futura praia ferroviária que será construída em Oliveros.