A grande Buenos Aires na Argentina tem uma via que a rodeia de forma radial. É uma parte da RN 7 que circunda a área metropolitana da cidade. Esta via une as principais zonas agrícolas do noroeste da província de Buenos Aires ao primeiro corredor internacional, que interliga vários municípios de Buenos Aires. Apesar de sua importância, há anos os usuários reclamam a construção de uma rodovia devido aos frequentes acidentes de trânsito fatais registrados.

RN 7

Assim sendo, nestes últimos 4 anos, 80 quilômetros de rodovias já foram construídos, dos quais 40 foram inaugurados na semana passada pelo presidente da Argentina, Mauricio Macri. Cabe destacar que as obras inauguradas recentemente beneficiarão a mais de 10.000 veículos por dia, que podem percorrer rodovias de duas faixas por direção, economizando 30 minutos de viagem.

Assim, aos 40 quilômetros inaugurados hoje, somam-se os 32 habilitados em março de 2016 e os 8 restantes correspondem à variante San Andrés de Giles, debutada em junho deste ano. De fato, essa variante foi prometida há mais de 12 anos, pois evita o cruzamento entre a antiga RN7 e a RP41, caracterizado por vários acidentes de trânsito.

Assim, com a estrada aberta na semana passada, com 126 quilômetros de extensão, a RN 7 Luján Junín está posicionada como a segunda maior do país, depois da RN 9, de Buenos Aires a Córdoba, que tem 698 quilômetros de extensão. Entretanto, o governo esclarece que existem rodovias mais extensas no país, mas estas incluem cruzamentos e rotatórias que não eliminam a possibilidade de colisões frontais e / ou laterais.

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Inscreva-se grátis

Newsletters

O Informativo Semanal de Construção conta com as últimas notícias da indústria mundial, proporcionando uma grande quantidade de informação aos profi ssionais da construção.

Vá a Newsletters