A ampliação do aeroporto José María Córdova permitirá que a terminal receba até 11 milhões de passageiros por ano.

No dia 14 de dezembro, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, recebeu as obras de ampliação dos terminais nacional e internacional, além dos módulos de conectividade internos e externos do aeroporto José María Córdova de Riongro, em Medelín. “O investimento em Rionegro tem sido muito oportuno, e queremos que o aeroporto continue trazendo mais passageiros e turistas para continuar investindo e expandindo sua capacidade e estar em sintonia como o crescimento do país e de Antioquia”, assinalou o presidente Santos.

Aeropuerto rionegro

Santos também destacou a aprovação da Lei de Infraestrutura com a qual será possível continuar com o ritmo na construção de projetos que estavam paralisados por assuntos financeiros. “Hoje mesmo podemos ver o primeiro benefício para Antioquia com o encerramento financeiro da rodovia Antioquia – Bolivar, a primeira PPP privada de mais de US$316 milhões”, disse.

A ampliação do aeroporto José María Córdova permitirá que o recinto receba até 11 milhões de passageiros por ano. “Igualmente, os viajantes vão melhorar sua experiência e, sem dúvida, isso atrairá mais turistas e negócios ao país”, afirmou o ministro de Transporte, Germán Cardona.

Hoje, a parte nacional conta com 4.644 metros quadrados adicionais e a internacional com 3.990 metros quadrados a mais. Também aumentaram os estacionamentos para aeronaves com suas respectivas pontes de abordagem, as áreas de reclamação de bagagem e a área de embarque, onde foram agregados novos locais comerciais.

“A terminal aérea, que atualmente mobiliza mais de sete milhões de pessoas ao ano, recebeu U$115 milhões em investimentos com os quais também se amplia a terminal de carga”, afirmou o presidente da ANI, Dimitri Zaninovich.

A obras também abrangeram a modernização das áreas para as autoridades que controlam o aeroporto como Migração Colômbia, a Polícia Nacional, o ICA e o Dian. Em quanto a terminal de carga, espera-se que as obras para ampliar os porões de carga, a plataforma e as pistas de rodagem concluam em dezembro de 2018.