A economia brasileira começa a mostrar signos positivos de recuperação, particularmente no setor da construção, o que foi confirmado pelas cifras de comercialização de cimento no país. As vendas do material cresceram 3,6% entre janeiro e novembro, comparado com o mesmo período de 2018, chegando às 50,5 Mt, segundo cifras do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento do Brasil (SNIC).

cemento

Segundo explicou a entidade, este crescimento foi impulsado basicamente pelo setor imobiliário que cresceu graças à queda na taxa de juros, compensando a queda no comportamento do segmento de infraestrutura. De fato, se antes o setor de infraestrutura representava 25% das vendas de cimento, hoje esse número chega somente a 10%.

“A quantidade de lançamentos habitacionais acumulou aumento de 17% até setembro, em comparação com o mesmo período de 2018. O número de moradias novas financiadas pelo SBPE também apresenta bom resultado durante este ano, com crescimento de 45%, comparando de janeiro a setembro de 2019 com janeiro a setembro de 2018”, afirmou Paulo Camillo Penna, presidente do SNIC.

As exportações brasileiras aumentaram de 8.000 toneladas em novembro de 2018 a 25.000 toneladas em novembro de 2019, enquanto no período janeiro-novembro, as exportações totalizaram 124.000 toneladas, 40% por sobre as 88.000 toneladas do mesmo período de 2018.