A Salfa tem um plano interessante para fortalecer a marca alemã no Chile.

655

As dragas escavadeiras, como esta 655, se destacam pela potência hidráulica e do motor.

Um mercado que a Sennebogen vê com especial interesse é o Chile, país onde é representada pela Salinas y Fabres (Salfa). Com ampla experiência em maquinário de construção e florestal, e representante de outras marcas de prestígio como John Deere, Wirtgen Group, Hitachi e Dieci, entre outras, a Salfa se aproximou da fabricante alemã nos últimos quatro anos. Em meados de 2017, se tornou a distribuidora oficial da linha de manipuladores da marca no país e, em meados deste ano, conquistou a linha de guindastes, realizando a sua primeira venda com a grua telescópica sobre esteira 613R. De acordo com Felipe Jiménez, encarregado da Sennebogen na Salfa, os equipamentos da companhia alemã complementam muito bem o portfólio da distribuidora. “Temos o melhor mix de produtos e o respaldo de mais de 80 anos de experiência, 35 filiais e quase 1.600 empregados. Praticamente tudo o que uma empresa precise para o seu projeto vai encontrar na Salfa”, explica.

Com cobertura em todo o Chile e graças à versatilidade dos equipamentos, a distribuidora está prospectando diversas indústrias com as distintas linhas de produtos Sennebogen. O portfólio de guindastes é composto por equipamentos telescópicos sobre esteira e sobre rodas com capacidade entre 16 e 120 toneladas; dragas escavadeiras Heavy Duty, criadas especialmente para trabalhos com acessórios e dragas, graças à grande potência hidráulica e de motor; guindastes treliçados com capacidade entre 50 e 300 toneladas e alcance entre 51 e 154 metros; e guindastes portuários. São equipamentos de altíssima qualidade e de extrema longevidade, sendo capazes de operar por mais de 30 anos”, destaca o executivo.

Prospectando o setor forestal

Felipe Jiménez sinaliza que a linha de manipuladores chamada Green Line, da Sennebogen, terá grande apelo ao mercado florestal, destacando que a qualidade dos equipamentos e o serviço da Salfa atendem as exigências e necessidades do segmento. “O setor florestal terá um aliado muito sério. São mais de 20 anos atendendo a este mercado e fomos pioneiros neste tipo de maquinário”, assegura.

O foco principal são os equipamentos Pick&Carry (série 700) e os manipuladores de materiais (série 800). Apesar destes maquinários serem visualmente muito parecidos às escavadeiras, o executivo adverte que a operação deles é muito distinta. “A geometria, peso, alcance, capacidade e estabilidade destas máquinas são completamente diferentes. O mesmo é verdade para a durabilidade, já que são máquinas desenvolvidas especialmente para tarefas específicas de movimento de materiais, com uma vida útil de mais de 30.000 horas”, comenta.

Vale destacar que a Salfa atualmente representa marcas dedicadas ao setor madeireiro como John Deere, Peterson e Warath. “Estamos seguros que os equipamentos Sennebogen vão atender e superar as expectativas dos nossos clientes”, complementa Jiménez.

Elevação

Em relação a elevação e manipulação de cargas, a Salfa tem vasta experiência. Entre as marcas que distribuem, estão a italiana Dieci e a americana Serco, “companhias que oferecem manipuladores telescópicos e guindastes sobre caminhão”, destaca Jiménez.