A maioria se concentra em Antioquia-Chocó.

Apesar de que a isenção de impostos ao setor hoteleiro colombiano, que desde 2003 vem produzindo um boom de novos empreendimentos, acabe este ano, a Associação Hoteleira e Turística da Colômbia (Cotelco) anunciou para os próximos dois anos que já existem 32 projetos de novos hotéis no país.

Hoteles colombia

Segundo Gustavo Toro, presidente da associação, para 2018 e 2019, após a finalização dos incentivos a dinâmica da construção não será a mesma. Espera-se, entretanto, que a oferta se estabilize e que a taxa de ocupação e as tarifas aumentem. “Para 2020, espera-se alcançar uma ocupação de 60% ou 70%, e uma tarifa média de mais de US$ 80, e que cada um dos novos hotéis se consolide”, disse o executivo.

Entre os novos projetos confirmados, a maioria se concentra em Antioquia-Chocó, com 10 estabelecimentos e 1.512 novos apartamentos, seguido por seis hotéis e 1.346 apartamentos em Bolívar, quatro estabelecimentos e 710 novos quartos em Bogotá. O resto será dividido entre Atlántico, Santander, Caldas, Boyacá, Casanare, Valle del Cauca, Magdalena e Norte de Santander, somando 5.390 novos quartos.

Entre 2003 e julho deste ano, a isenção tributária para a construção de hotéis mobilizou investimentos de mais de US$ 1,65 bilhão em 47.284 novos apartamentos.