Durante o G20, os presidentes de ambos os países se reuniram para fortalecer suas relações comerciais.

O presidente argentino, Mauricio Macri, e Xi Jinping, presidente da china, se reuniram durante o G20 para afiançar acordos comerciais e impulsionar o desenvolvimento de ambas as nações. “Queremos continuar trabalhando em conjunto, apostando a que a nossa amizade traga uma melhor qualidade de vida aos nossos povos”, assinalou Macri logo após da reunião bilateral, que incluiu a assinatura de vários acordos para o período 2019-2023.

macri jinping

Durante a reunião, “repassamos todos os projetos que temos em comum, visando uma agenda ao longo prazo com foco permanente no benefício mutuo”, enfatizou o presidente argentino. Por sua vez, Xi, após a reunião, declarou que a”qui se inicia uma nova associação entre a Argentina e a China. Esperamos que no transcurso dos próximos cinco anos intensifique-se a cooperação em áreas como energia, infraestrutura e mineração”.

A relação da China com a América Latina está, em geral, atravessando um bom momento, de fato, “a China vai continuar trabalhando com a Argentina e o resto dos países latino-americanos para estreitar os laços e a vinculação dos povos”, explicou Jinping após ter assinado acordos relacionados às áreas da economia, produção, investimentos, transporte e serviços, entre outros.

Após a reunião, Macri também manifestou seu interesse em intensificar a cooperação entre o Mercosul e a China e disse que o mecanismo do diálogo deve ser mantido vivo “para que nos permita explorar diferentes modalidades de vinculação na região”.