Revisamos algumas das novidades deste ano no mercado mundial de bombas.

Desde o início de 2018, o mercado global de bombas testemunhou novos lançamentos. Em primeiro lugar, a Xylem trouxe inovações que, segundo a empresa, são marcadas por alto controle e tranquilidade para as operações. A nova série de bombas inteligentes de desaguamento da companhia, conhecidas como Godwin Serie S, tem níveis avançados de monitoramento e controle, além de eficiência, confiabilidade e sustentabilidade.

1 godwin NC150S_trailer_0

Tempo de manutenção reduzido em 40%, emissões reduzidas em 90% e confiabilidade aumentada em 20%.

O primeiro modelo disponível nesta gama é a Godwin NC150S Dri-Prime, fabricada em Quinington, Reino Unido. A nova série apresenta a tecnologia Flygt N-Technology da companhia, que segundo a Xylem já demonstrou ser um instrumento que manterá sua fama de provedora de bombas a mais de 300 mil projetos no mundo. Esta tecnologia assegura a autolimpeza e eficiência hidráulica sustentada, o que significa operar no máximo sem importar as condições.

Seu design inteligente e as práticas de fabricação significam que todos os motores diesel e motores elétricos disponíveis nas bombas Godwing S Series Dri-Prime conferem mais tempo de atividade, com a confiabilidade do produto aumentada em 20% em média. A NC105S também conta com intervalos de manutenção maiores, e um tempo de serviço reduzido em 40%, em média, graças a vários diferentes aspectos do modelo. Por exemplo, não há necessidade de separar a bomba do motor para o serviço da correia do compressor, que passa a ser uma tarefa mais simples, exequível em 30 minutos. Um novo selo mecânico tipo cartucho reduz o tempo de instalação e configuração. Um visor colocado no sistema permite perceber com facilidade quando é necessário substituir o óleo da carcaça do selo, entre outros pontos.

“Ouvimos nossos clientes muito de perto, e examinamos os dados de uso de centenas de testes de campo, para voltar a imaginar e redesenhar nossa legendária bomba Godwin Dri-Prime. O resultado marca uma nova era no desaguamento, e estamos incrivelmente emocionados de levar esta solução inteligente ao mercado. A nova Godwin NC150S, a primeira da nossa nova série Godwin Smart, oferece a nossos clientes novos níveis de controle e flexibilidade remota. Uma opção inteligente e sustentável para bombeamento, a NC150S é capaz de fazer frente aos trabalhos mais modernos na área de águas residuais”, afirma Mike Ramos, diretor de engenharia da Xylem Dewatering.

2 gormann

A ValuPrime de 150 mm da GormanRupp oferece uma capacidade de 95,9 litros por segundo e manejo de sólidos de até 76,2 mm.

Há também novidades em bombas de desaguamento por parte do fabricante norte-americano GormanRupp. A companhia lançou uma nova linha de bombas centrífugas de abastecimento assistido. Um de seus novos modelos, o ValuPrime, é ideal para os mercados de construção, industrial e agrícola, e a tecnologia que utiliza se baseia nos seus modelos Prime Aire e Prime Aire Plus.

Com modelos de 100mm x 100mm e 150mm x 150mm, ambas oferecem uma capacidade de 95,9 lps (litros por segundo), uma cabeça dinâmica de até 45,7 metros e manejo de sólidos de até 76,2mm. A companhia diz que as bombas entregam o alto nível de rendimento que a indústria espera de seus modelos.

A nova linha de bombas VPA Series vem de fábrica com um tanque de combustível de 34 galões, painel de contole programável, motor diesel Isuzu Final Tier IV, e garantia de fábrica de um ano. Estas bombas são ideais em inundações, desaguamentos de canteiros de trabalho em geral, operações de desvio de corpos hídricos e represas, controle de poeira a para aplicações de água.

Recentemente, a Pioneer Pump anunciou o lançamento de seu modelo GX18, equipamento que pode chegar a um fluxo máximo de até 20.000 polegadas e baixa altura da linha central de sucção, combinado com o impulsor NPHSR, características que fazem com que esta unidade seja ideal para aplicações elevadas de carga estática.

Para lamas

3 BBA pumps bentonita BV150 diesel driven M10-25 (2)

A BBA Pumps lançou sua nova bomba de bentonita BV150.

A BPA Pumps lançou sua nova bomba de bentonita BV150, equipamento capaz de bombear lamas de perfuração de forma muito eficaz.

Segundo a companhia, o novo modelo é capaz de duplicar a eficácia de seu modelo anterior. “Além de uma alta eficácia de bombeamento, a nova bomba de bentonita BV150 se destaca também pelos tanques de flutuação duplos, e pelo completo sistema de limpeza interna. Este sistema limpa o selo mecânico durante o processo de bombeamento, e uma vez que haja terminado, poderá limpar facilmente tanto os tanques de flutuação como a válvula de retenção”, afirma Henno Schothorst, gerente de produto e marketing da companhia.

O sistema de limpeza da bomba é muito simples. Depois de bombear, o equipamento pode ser lavado com água através de uma conexão externa no painel frontal. O sistema de limpeza interna está equipado com um coletor com válvulas de esfera. Desta maneira, pode minimizar a possibilidade de que se produzam períodos de inatividade durante o processo de bombeamento, assegurando-se que o equipamento fique perfeitamente limpo após o uso.

A BV150 oferece um fluxo máximo de 500 m3/hora (com densidade de fluido de 1.000 kg/m3), uma cabeça de até 42 mca (metros de coluna d’água) a uma velocidade de bombeamento de 2000 rpm e conta com um sistema de alimentação de MP100 com capacidade de ar de 100 m3/hora.

Mentalidade televisiva

4 tsurumi

Agregando um pouco de atenção ao setor, a fabricante japonesa Tsurumi Pump apresentou seus produtos na oitava temporada do Gold Rush, reality show do canal Discovery, que acompanha os esforços da mineração de outo fluvial de várias companhias mineradoras familiares, principalmente no Canadá, sendo que uma das empresas mostradas no programa (316 Mining) chegou a operar até na América do Sul, em países como Chile, Guiana e Peru.

A Tsurumi Pump foi escolhida provedora exclusiva de equipamentos de bombeamento da 316 Mining, o que inclui numerosas bombas, unidades de frequência variável e sistemas personalizados. A empresa do Japão também ofereceu consultoria no local de trabalho antes que a operação de suas bombas começasse.

A Tsurumi lançou este ano a série KTZ, uma bomba submersível de drenagem de alta pressão de cabeçotes de fundição trifásica. A bomba tem motores de 7,5 a 15 kW, que incorporam bocas de alívio de pressão da selagem que evitam que a pressão de bombeamento se aplique ao selo do eixo.

 

Xylem é reconocida nos Global Water Awards

A Xylem foi premiada nos Global Water Awards 2018, como a empresa que realizou a contribuição mais significativa no campo de tecnologias para a água em 2017.

Estabelecido em 2006 pela Global Water Intelligence (GWI), este prêmio se apresenta anualmente na Cúpula Mundial da Água, e reconhece os maiores êxitos na indústria internacional da água em diferentes aspectos.

A Xylem foi reconhecida por “sua visão incomparável de oferecer soluções integrais para a utilidade digital do século 21”. Através de aquisições estratégicas e inovações de vanguarda concentradas na gestão da energia e otimização de processos, a Xylem se estabeleceu como provedora líder de soluções inteligentes que abordam os desafios m ais persistentes da indústria de água. A Xylem foi identificada como a companhia que “deu a linha no setor de tecnologias de água em 2017, e se converteu na líder absoluta num mercado de rápido crescimento, que é o de soluções inteligentes para água”.

 

Thompson Pump ajuda em Porto Rico

Mais de cinco meses depois que o furacão María dizimou Porto Rico, a Thompson Pump e seus trabalhadores continuam na ilha, ajudando os cidadãos a se recuperar. Os esforços da Thompson Pump contribuíram para salvar toda uma comunidade de uma inundação potencialmente catastrófica e proporcionaram água potável a mais de 200 mil pessoas.

i Thompson Pump Puerto Rico I

Vertedouro completamente danificado. O pessoal da Thompson avaliando o projeto.

A Thompson Pump foi uma das empresas contatadas para apresentar ofertas para ajudar na recuperação da ilha, e então mobiliar uma equipe de trabalhadores e formular uma estratégia que ajudasse a salvar uma grande comunidade de moradores que vivem próximo à represa de Guajataca. Quando o vertedouro da represa falhou, causou um grande vazamento de água que resultou numa grande erosão, levando à evacuação de 70 mil residências. Durante e imediatamente após a tempestade, havia um temor real de que se perdesse a represa por completo.

“Estávamos entrando em uma situação com muitas incógnitas. Ainda não havíamos visto o local, exceto por fotos e imagens de satélite. A área era remota, sem cobertura de telefonia celular e poucos fornecimentos essenciais. Planejamos uma autossuficiência de 100%, até o ponto de que estávamos preparados para acampar no local”, disse Bobby Zitzka, gerente nacional de vendas da Thompson Pump. “Devido à experiência da equipe, estávamos seguros de que poderíamos superar qualquer obstáculo”.

Em menos de 24 horas, uma equipe de 13 trabalhadores da Thompson Pump se encontrava em Porto Rico. Ao todo, 35 membros da companhia estiveram na área ao menos uma vez durante a crise. “A colaboração desinteressada dos nossos colaboradores foi notável”, afirmou Chris Thompson, presidente da empresa.

Foram necessários dez sistemas completos, que consistiam em bombas de 18”, linhas de sucção e descarga, conexões e acessórios. O processo de organizar este equipamento e entregá-lo no local foi difícil, tendo sido necessários aproximadamente 25 caminhões de máquinas e insumos. A envergadura da tarefa obrigou a tomar a decisão de levar dois sistemas por via aérea, enquanto o resto chegava em barcaças.

II Thompson Pump Puerto Rico II

Vista aérea da configuração de bombeamento de 10 bombas Thompson Dry-Prime de 18”.

Quando a Thompson Pump começou a reduzir o nível de água da represa, resolvendo a ameaça de inundação, o Corpo de Engenheiros do Exército dos Estados Unidos se deu conta de que os trabalhadores e máquinas da Thompson Pump poderiam ser usados para outro propósito: proporcionar água potável a quase um quarto de milhão de pessoas.

Desta forma, se usaram as duas primeiras bombas para desviar a água da represa do lago Guajataca para um canal que alimentava três plantas de tratamento de água. As oito bombas restantes depois foram aplicadas de modo similar, o que permitiu o abastecimento de água potável a uma população que esperava por água havia semanas.

A Thompson Pump continua realizando um serviço integral no processo de recuperação e suas bombas continuam operando sem parar. Seu contrato de trabalho foi recentemente prorrogado pelo governo dos Estados Unidos, assegurando a presença da Thompson Pump em Porto Rico por pelo menos seis meses mais.