Entre 27 e 30 de novembro acontecerá em Xangai, China, uma nova edição da Bauma China.

Entre 27 e 30 de novembro acontecerá em Xangai, China, uma nova edição da Bauma China.

xcmg

Há muitas razões para conferir este importante evento. A China já deixou de ser o país das “cópias” e passou a ser um país que introduz novas tecnologias e novos equipamentos, que além de terem alguns com qualidades similares aos dos europeus e norte-americanos, ainda contam com valores mais acessíveis para o bolso dos clientes. “A Bauma China reúne as inovações chinesas na indústria de máquinas de construção”, asseguram os organizadores.

Viajar a Xangai lhe dará a uma visão integral da indústria de máquinas de construção da Ásia, com marcas cada vez mais conhecidas no mercado latino-americano. Empresas como LiuGong, XCMG, Sany e Sinoboom são apenas algumas das grandes marcas que estarão presentes neste importante evento. Além disso, este ano terá o regresso da norte-americana Caterpillar, que esteve ausente por duas edições. Outros fabricantes ocidentais que participarão do programa são Liebherr, Volvo, Wirtgen, JLG Industries, Haulotte, Terex Corp, Skyjack e Snorkel, para mencionar alguns.

A importância da feira se resume nos números de sua edicão passada, em 2016, à qual compareceram mais de 170.000 visitantes, bem como 2.958 expositores de 41 países. O espetáculo ocupou mais uma vez os 300.000 m2 de espaço de exibição no Novo Centro Internacional de Exposições de Xangai.

Um fator fundamental para o crescimento da exposição é a melhora das condições do mercado chinês. Espera-se que o investimento em infraestrutura no país aumente as vendas de equipamento para movimentação de terra em 31% este ano, segundo a Off-Highway Research. Este aumento segue um notável aumento de 81% em 2017, e transforma a China no maior mercado de equipamentos de construção do mundo.

Áreas

A feira asiática está dividida em quatro grandes áreas de equipamentos e serviços:

Tudo para o canteiro de obras, que compreende tudo que tenha a ver com veículos de construção, equipamentos de terraplanagem e manutenção de estradas, máquinas e ferramentas para colocação de tubos e cabos, para a manipulação e processamento de concreto e argamassas, formas e andaimes e instalações, entre outras coisas.

Mineração, extração e processamento de matérias-primas, espaço em que serão exibidas máquinas para extração, manejo e processamento de matérias-primas.

No que se refere à produção de materiais de construção, destacam-se a exposições de equipamentos para a fabricação de compostos de cimento, cal e gesso, máquinas e sistemas para produzir concreto, produtos de concreto e componentes pré-fabricados, processos para a produção de asfalto e usinas de processamento e embalagem de materiais de construção, entre outros.

Finalmente, na área de fornecedores de componentes e serviços, os visitantes poderão conhecer mais sobre engenharia de transmissão, tecnologia de fluidos e unidades de geração de energia, acessórios e peças de desgaste, engenharia de testes, medição e controle de processos, comunicação e segurança no trabalho.