As obras devem ser entregues em janeiro de 2019 com capacidade de evacuação de 20 mil litros de água por segundo.

O governo da província de Corrientes, na Argentina, está finalizando as obras de tratamento de esgoto do canal 5 que passa pelo Aeroporto Piragine Niveyro. O Ministro de Produção, Jorge Vara, supervisou as obras realizadas dentro do prédio do aeroporto. “Esperamos quatro meses pela autorização para poder realizar trabalhos que duraram três ou quatro semanas, o que é lógico, pela sensibilidade que implica a segurança dos aeroportos”, declarou o titular da pasta.

No lugar, quatro escavadeiras e uma pá carregadora frontal vão cavando a fossa de sete metros de profundidade e os canos são instalados na mediada em que a obra avança. “Os trabalhos são feitos até às 6 da manhã. Devemos trabalhar somente durante a noite, enquanto o aeroporto não está operativo”, explicou Vara.

As obras estão relacionadas com a continuidade do túnel liner e os canos paralelos que passam por baixo da Rodovia Nacional 12. No projeto, estão sendo aplicadas técnicas de tunelamento de mineração por primeira vez na província e instalam-se 40 metros de canos por noite. “Isto permitirá o desenvolvimento de obras similares em pontos nos quais também temos problemas hidráulicos”, assinalou o governo provincial. Para realizar todas as obras, foi necessária a construção de 6.700 metros de canais de céu aberto conectados às lagoas Pampín e Soto, e ao Canal 5, que será a desembocadura final do sistema, que prevê um caudal de descarga de 20.000 litros por segundo em sua máxima capacidade.

Cabe assinalar que o Canal 5, desde a Rodovia 12 até o Rio Paraná, demanda 4 ou 5 vezes esse caudal, no entanto, nessa altura da Rodovia, atualmente em construção, tem projetado um sistema de esgoto de grandes dimensões, superior ao atual túnel liner. “O fato de ter construído o túnel liner foi muito importante para nós porque nos próximos três anos vamos fazer, ao menos, 10 túneis como este em outras áreas”, afirmou Vara sobre o duto realizado com equipamento especial que permitiu atravessar a rodovia 12 de forma subterrânea, sem interromper o transito.

O túnel liner está finalizado e a linha de canos paralelos que o conecta com o Canal 5 tem 80% de avance. Todas as obras devem estar finalizadas em janeiro de 2019.