Mercado global deve se recuperar em 2021

By KHL Group26 November 2020

OHR-graph2

As vendas mundiais de equipamentos de construção crescerão em 2021, de acordo com a consultoria especializada em análises do mercado, Off-Highway Research (OHR). Embora a base de comparação seja o desempenho já sabidamente negativo de 2020, devido à pandemia, espera-se uma forte recuperação graças aos planos de gastos públicos de vários países.

Segundo a OHR, o único mercado importante de equipamentos que cresceu em 2020 foi a China. Ali, o governo se apressou a pôr em marcha um plano de estímulos já em abril, e isto fez com que as vendas aumentassem imediatamente. Em 2021, espera-se que o mercado chinês retroceda de seu ponto máximo, mas outros países do mundo experimentarão um forte crescimento após as quedas deste ano.

“O mercado global, excluindo a China, caiu mais de 20% em 2020, e um nível visto pela última vez em 2016. Neste contexto, a recessão poderia ter sido muito pior, certamente não se comparou com a crise financeira de 2008-2009”, afirmou Chris Sleight, diretor geral da OHR. “Observou-se uma recuperação na segunda metade do ano, e esperamos que continue em 2021. No ano que vem o crescimento no mundo, excluindo China, deverá ser da ordem de 10%. Isto seria uma forte recuperação, e levaria os volumes aproximadamente ao mesmo nível visto em 2017, que foi um bom ano para o setor”, disse ele.

Ao comentar sobre os fatores que estão movimentando a recuperação, Sleight disse que “os mercados de infraestrutura e a linha de trabalho em todo o mundo estavam em uma boa posição ao entrar na pandemia, e esse trabalho ainda está aí. Uma vez que se iniciem os projetos, tendem a se completar sem importar quais são os fatores externos. Além disso, esperamos que várias medidas governamentais de estímulo deem o ímpeto para a atividade de engenharia civil e a venda de equipamentos médios e grandes que os acompanham”.

Segundo o executivo, também se observam aspectos positivos no setor de construção residencial, em parte devido ao cenário de baixas taxas de juros extremamente baixas, e que de acordo com a OHR deverão continuar assim por muitos anos.